História de Arandu


Hino de Arandu - Giovanni Tartaglia

História da cidade
         Arandu significa "barulho de papagaios", ave muito comum na região. A constituição de Arandu partiu de um antigo povoado situado no bairro do Barreiro (por causa da terra vermelha), no município de Avaré. Consistia, inicialmente, em um pequeno núcleo urbano rodeado de propriedades rurais, formado em torno de uma capela construída em terreno da fazenda Letreiro, doado, por sua vez, em 1898, para o patrimônio de Nossa Senhora da Boa Morte. Quando foi elevado a distrito do município de Avaré, em 30 de novembro de 1944, recebeu sua denominação atual, mas só em 28 de fevereiro de 1964 conquistou sua emancipação política.
          A economia do município, predominantemente rural, começou a se desenvolver com o cultivo do café, passando depois à produção de arroz, batatas, bananas. Hoje desenvolvem também as culturas de cana-de-açúcar e laranja.
=> Fundação/aniversário: 19 de março de 1965 (52 anos)
=> Santo Padroeiro: Nossa Senhora da Boa Morte

Arandu, 52 anos de município
     Em 19 de março, Arandu comemora o seu 52º aniversário de instalação do município, criado pela lei estadual nº 8.050/63 e confirmado pela lei nº 8.092/64. Antigo povoado do Barreiro surgido no final do século 19, após divisão das terras da Fazenda Letreiro, e elevado a categoria de Distrito de Avaré em 1945, Arandu foi emancipado em 30 de novembro de 1963, após o plebiscito (consulta popular). Porém, devido ao golpe militar de março de 1964, só pode escolher seus mandatários e ser governado de forma autônoma a partir de março de 1965.
      
 
A 1ª eleição
     A primeira eleição municipal ocorreu em sete de março de 1965, e na época haviam 748 eleitores inscritos, sendo que compareceram as urnas 564 e teve 184 ausências, o que configurou uma abstenção de 24%. A disputa eleitoral de 65 teve a participação de 2 partidos apenas, o PSP (partido social progressista, e a UDN (união democrática nacional). O fazendeiro José Ferezin do PSP acabou sendo eleito Prefeito com 307 votos, enquanto que o representante da UDN, o comerciante Joaquim Lopes, que era vereador em Avaré, e considerado o fundador do novo município, obteve 231 votos. Já os votos em branco somaram 23 e nulos apenas 3 votos. Uma curiosidade dessa eleição foi o fato da escolha de vice-prefeito ser uma eleição à parte, e o Fazendeiro Diamantino da Gama do PSP, ex Prefeito nomeado de Avaré na década de 40, foi eleito com 261 votos, enquanto que seu adversário, o comerciante da antiga Padaria Bom Gosto, Sr Alcides Mendes teve 239 votos, já os votos em branco totalizaram 68, e 6 votos foram anulados.
    Para a constituição da 1 ª Câmara Municipal concorreram 18 candidatos, para ocupar as 9 cadeiras, e o PSP elegeu 6 representantes, sendo eles:- Nelson Ferrazini 51 votos, Luiz Castilho 45 votos, Luiz Câmara 38 votos, Anísio Lopes 34 votos, Américo Pires 28 votos e Oliveira B. Pereira com 27 votos. Já a UDN elegeu apenas 3 membros, sendo Benedito F. Aguilar 75 votos, Marciano B. Pereira 27 votos e Domingos Teixeira com 26 votos. Essa eleição marcou o início da carreira de Benedito F. Aguilar que teve quase 15% dos votos válidos para vereador, como se hoje um vereador em Arandu tivesse cerca de 700 votos, e considerado por muitos, o político mais carismático da história de Arandu, foi eleito prefeito por 3 vezes.
                                   
 A posse dos eleitos
     No dia 19 de março de 1965, ás 19h30min, no prédio do Grupo Escolar Pedro Bento Alves (atual Prefeitura), com a presença de Manoel Batista Pereira um dos moradores mais antigos do ex Distrito e do Dr. Paulo Gomes de Oliveira, e presidida pelo M.M Juiz Eleitoral da Comarca de Avaré, Dr. Carlos Teixeira Leite, ocorreu a Sessão Solene que empossou os vereadores eleitos e foi escolhido o Sr Nelson Ferrazini por unanimidade, como o 1º presidente da Câmara Municipal de Arandu, e demais membros da mesa diretora. Logo em seguida foi realizada uma nova sessão, desta vez para empossar no cargo de Prefeito Municipal o Sr José Ferezin, já o Vice-Prefeito eleito, Diamantino M. da Gama não compareceu na posse. Após exibir o diploma expedido pela justiça eleitoral, José Ferezin acompanhado de sua esposa, pronunciou a seguinte frase: “prometo exercer com dedicação e lealdade o meu mandato, respeitando a lei e promovendo o bem geral do município”. Prestado o compromisso formal, o Presidente da Câmara, Sr Nelson Ferrazini, declarou-o empossado no cargo de Prefeito Municipal de Arandu para o quadriênio 1965/1968.
 
 
 O discurso do primeiro Prefeito
         Muito aplaudido por todos, José Ferezin fez um breve discurso, agradecendo a Deus, a sua família e todos os presentes, ele pediu o apoio de todos os vereadores para a difícil tarefa de instalar o novo município e torná-lo viável em todos os sentidos. Ferezin enfatizou que a disputa eleitoral terminou e que todos os verdadeiros aranduenses dessem as mãos nesse momento, pois os desafios eram enormes daqui pra frente. Ele destacou ainda que os compromissos já eram muitos, e não havia um centavo em caixa para as despesas, nem móveis, equipamentos ou prédio para instalar a prefeitura municipal.
            Começava assim a história do município de Arandu, que completará em 19 de março em 2015, 52 anos.

Texto: Edílson Tartaglia

 Fotos:


1º Câmara de vereadores de Arandu/SP


1º Prefeito de Arandu/SP


 

 
Letra do Hino:
Terra bela, livre e amada
Família luz, cor e gratidão
Rio-mar, águas abençoadas
O progresso é a tua redenção.

Vejo alvorada e o luar da cor de prata
As estrelas no orvalho descortinam os véus
As flores são aves que pousam nas matas
As aves são flores que voam nos céus.

Barreiro antigo cheio de tradições
És Arandu de glória e conquista
No trabalho harmonia e devoção
Tua alma heroica de bravo sertanista.
Sim, cidade da esperança do Estado Paulista
Vive do aroma e perfumar entre os vergéis
Vitorioso berço brasileiro
Vive da fé, tem crença entre os fiéis.

Arandu, botão em flor
Os teus filhos te veneram com amor
Terra tão fértil de belezas mil
Orgulho do meu Brasil.

Oh! Gorjeio de canto gentil
Tua gente hospitaleira é teu porvir
Teu futuro será cheio de glória
Desabrochando em teu perfil!

 

 
Galeria de Prefeito:

NOME

ASSUMIU

 

DEIXOU

01

José Ferezim

1965

1º Mandado

1968

02

Benedito F. Aguilar

1969

1º Mandado

1972

03

Agenor P. Sobrinho

1973

1º Mandado

1976

04

Benedito F. Aguilar

1977

2º Mandado

1982

05

Joselyr B. Silvestre

1983

1º Mandado

1988

06

Benedito F.  Aguilar

Jan/89

3º Mandado

Abr/89

07

Israel Batista Pereira

Maio/89

1º Mandado

1992

08

Joselyr B. Silvestre

Abr/93

2º Mandado

1996

09

Abilio H. Barbosa

Abr/96

1º Mandado

Dez/96

10

Israel Batista Pereira

1997

2º Mandado

Maio/99

11

José Américo Pires

Junho/99

1º Mandado

Dez/99

12

Luiz Carlos da Costa

Dez/99

1º Mandado

2000

13

Luiz Carlos da Costa

2001

2º Mandado

2004

14

Paulo Sergio Guerso

2005

1º Mandado

2008

15

Paulo Sergio Guerso

2009

2º Mandado

2012

16

Luiz Carlos da Costa

2013

3º Mandado

2016

17

Luiz Carlos da Costa

2017

4º Mandado

2020

Vídeos da Cidade
Venda do Ribeirão Preto  (Osvaldinho) Festa do Peão de Arandu - EXPOMAAR

 
Fotos Antigas da Cidade (Clique nas imagens e confira muito +)

Click para acessar o Site Portal Arandu